Festival de Paulínia (e oportunidade de emprego no meio do texto)

Segunda no final do dia chegamos em Campinas pro Festival de Paulínia. Deixamos as coisas no hotel, pegamos mais um pouquinho de estrada e fomos pro local onde está rolando o evento, o Theatro Municipal de Paulínia, uma construção grandiosa, com um tapete vermelho que deixa o de Gramado no chinelo. Se bem que aqui não tem aquele alvoroço de público gritando em volta esperando as celebridades passarem.

Chegamos enquanto tava rolando a exibição de “Moscou” do Coutinho. Aproveitamos pra entrevistar o Eduardo Valente que apresentou seu primeiro longa “No meu lugar”.

Entrevistamos também a Sandra Corveloni que foi a homenageada da noite. Como sempre, me apresento ao entrevistado, mesmo se já o entrevistei me reapresento… sei lá se vão lembrar de mim né? Enfrentam tantas maratonas de entrevistas! E ela falou “sim, eu sei… assisti o zoom esse sábado!” Adoooro quando falam isso 😀

Terça fomos para o debate dos filmes apresentados na noite anterior e aproveitamos pra conversar também com o elenco do filme “No meu lugar”, a Dedina Bernardelli, o Márcio Vito e o Raphael Sil. Todos estão muito bem no longa. O papo teve que ser muito rápido, com direito a uma, no máááximo duas perguntas pq eles tinham que viajar.

À tarde fomos conhecer o novo estúdio de animação de Paulínia que inaugurou na segunda. Uma super infra. Por sinal… fica a dica aí: eles estão precisando de animadores, modeladores, profissionais de flame e designers com experiência, tem interesse? Manda o currículo pra juliana@qfx.com.br ou entrem em contato com a Secretaria de Cultura Municipal de Paulínia.

A programação aqui é a seguinte: De tarde rola exibição de filmes fora de competição, às 18h um curta regional seguido de um longa de documentário e às 20h um curta e um longa de ficção.

Não conseguimos assistir o curta regional pq ficamos fazendo entrevistas. Chegamos a tempo de conseguir ver o documentário “Só dez por cento é mentira”, de Pedro Cezar. Muito bom, o público aplaudiu entusiasmado. Saímos para entrevistar o Pedro Cezar e como conseqüência só conseguimos pegar o finalzinho do curta de ficção “Nesta data querida”, baseado numa das cartas do livro “Tudo que eu queria te dizer” da Martha Medeiros (por sinal, anota aí a dica do livro, que é muito bom!!! E tem bons argumentos pra curta).

José Joffily estreou à noite seu novo longa “Olhos Azuis”, conversamos com ele também.

Vou tentar colocar algumas fotos aqui, mas a internet não colabora muito… é leeeeenta a coitada.

Anúncios

3 Respostas to “Festival de Paulínia (e oportunidade de emprego no meio do texto)”

  1. Eita, mulher que não para! Rs… Tudo bem contigo, Flavia? Vou acompanhar as informaçõe do festival de Paulinia aqui no blog do Zoom. Uma pergunta: semana que vem tem AnimaMundi aqui em SP, vcs vão cobrir o evento?
    Bjo e parabéns, os programas estão cada vez melhores!

    Ps.: O curta Trópico das Cabras é mto legal, valeu pela exibição!

  2. Simpática a Corveloni! Minha pergunta é a mesma que a do Marcelo: vão cobrir o animamundi?

  3. Raphael Sil Says:

    Amei participar do festival, parabens Paulinia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: