Arquivo para é tudo verdade

é tudo verdade – filmes pra ver

Posted in dê o seu pitaco, festivais, filmes with tags , , , , on 02/04/2009 by Flávia Scherner

uma rápida dica do que eu assisti, gostei e recomendo no é tudo verdade:

Vjs de Mianmar

Domingos

Moscou (apesar da minha decepção, ainda recomendo! é bacana)

Cildo

Cartas ao Presidente

Os que eu ainda não vi mas que o pessoal recomendou:

Garapa

Cidadão Boilesen

deixe suas dicas nos comentários!!

beijo beijo pra vcs que eu tô indo me encontrar com o elenco do filme Divã!

Anúncios

“moscou”

Posted in entrevistas, festivais with tags , , , , on 02/04/2009 by Flávia Scherner

Oi oi!

Sexta fui assistir o novo filme do Eduardo Coutinho, “Moscou”,  que está no “É tudo verdade”. O filme “Jogo de Cena”, tb do Coutinho, é uma aula de interpretação, saí da sessão maravilhada com Marília Pêra e Andrea Beltrão enfrentando seus dramas e conflitos enquanto realizam uma cena… que lindo!!! Fui assistir “Moscou” com a mesma expectativa e saí do cinema meio decepcionada pq queria conhecer o processo de criação do Enrique Diaz que é um super diretor de teatro e  do grupo Galpão que tb é referência teatral e não é bem isso que o filme mostra…

Primeiro fiquei pensando que criar expectativa é péssimo, pq a chance de se frustrar é grande… Fiquei presa na idéia de ver o processo de criação, os atores e o diretor descobrindo os personagens, o tom das cenas, os tempos, as pausas… e não consegui aproveitar a beleza do filme, curtir as cenas em que os atores estão ensaiando, passando texto enquanto comem e coisas do tipo… tem umas cenas muito bonitas, mas não curti da maneira que deveria, pq tava presa! presa no processo, que foi mostrado só um tiquinho, só pra dar um gostinho de quero mais. Só me senti à vontade de colocar a minha opinião agora, aqui no blog, pq hoje tive a oportunidade de falar isso pro Coutinho, vcs poderão ver nosso bate papo no youtube, em breve…. no programa só vai ao ar um pouco da entrevista. Coutinho disse que a idéia no começo era realmente mostrar o processo, mas que no final, com 40 horas de filme ele não tinha nada de interessante pra mostrar do processo, que já não estava mais interessante!!! (maior decepção minha agora… como que o processo não ficou interessante?? que pena!!), tinha um ou outro momento bancana, mas que se ele colocasse no filme, as pessoas irião querer mais e não tinha, então ele optou por não colocar nada! E foi então que o filme se transformou em algo que ele não tinha pensado a princípio, se transformou e tomou vida na montagem.

Fizemos uma entrevista com ele lá no Espaço Unibanco, depois de termos gravado as cabeças do programa, numa correria pq tínhamos o horário marcado da entrevista. No começo a conversa tava difícil, fiz umas 3 perguntas e só levei na cabeça… ele desmereceu a pauta e eu já tava ficando arrasada pensando “não vou conseguir arrancar nada dele?? Ai.. Coutinho tá me achando uma burra, acabando com as minhas perguntas!!” mas eis que a gente não pode desistir e passado um tempo, enquanto eu ía ficando mais tensa, ele ía relaxando e finalmente a entrevista rolou… nisso a Dani (diretora) já tinha entrado no papo tb e feito perguntas, o que me ajudou a relaxar novamente hehe e quando tivemos que acabar a entrevista que eu tive a coragem de então falar minha opinião sobre o filme… afinal, já tínhamos a entrevista mesmo… se ele ficassa de cara comigo, já não faria mais diferença, e foi quando rolou a melhor parte, a que eu descrevi acima.

E o papo que começou com nós dois nos estranhando, acabou num clima bom, de amizade, com um abraço e um aperto de mão e trocas de palavras carinhosas. 🙂

obs.: só agora consegui terminar esse texto, que eu comecei a escrever na terça (quando rolou a entrevista)

é tudo verdade – a abertura

Posted in dê o seu pitaco, festivais with tags , , , on 26/03/2009 by Flávia Scherner

Ontem foi a abertura do “É tudo verdade”. O Cinesesc estava bem movimentado, deu pra entrevistar um tanto de cineastas, trocar idéias… bacana!

Veio uma artista plástica falar comigo, a Mara, contando que assiste o Zoom e até votou em mim na época do concurso hehe. Ela é de Goias (desculpa, mas não consigo lembrar o nome da cidade…) e veio pra cá especialmente pra acompanhar o festival, 10 dias de comprometimento com a arte! Que delícia!! Ela falou que costuma fazer isso, sempre que tem algo interessante por aqui, ela vem. Achei muito legal.

Quanto ao filme de abertura, “Cartas ao Presidente“, não pude assistir porque fiquei do lado de fora entrevistando o diretor do longa. Mas a Dani (diretora do Zoom) assistiu e acabou de me contar que é muito bom, pesado, mas muito bom. Fiquei curiosa pra ver.

Antes de Cartas ao Presidente teve um curta do Aloysio Raulino, chamado “Celeste“, um balé de pipas no céu que me levou a uma reflexão que nada tem a ver com o que o Aloysio falou na entrevista hehe, podemos dizer que o documentário dele é, então, uma obra aberta!

Entonces é isso! Comentem aqui quais documentários vcs assistiram, o que acharam, o que recomendam ou não… pelamor! vamos agitar isso daqui pq só eu falando, tá muito chato! Bom festival a todos!

ps.: Acabei de ter uma feliz notícia de que terça teremos uma pauta incrííííível…. tô contando os dias!! Quarta eu libero a informação.

ps do ps.: a pauta mudou pra maio! vou manter meus dedos cruzados pra que ela se concretize.

é tudo verdade

Posted in festivais, serviço with tags , , on 24/03/2009 by Flávia Scherner

Amanhã começa a primeira etapa do Festival internacional de documentários “É tudo verdade” (esse ano o festival acontece em 2 etapas: primeiro a mostra competitiva e depois, no segundo semestre, as mostras paralelas). Documentários nacionais, internacionais, de vários estilos, curtas, médias, longas… pra todos os gostos e melhor… de graça!

Se você já é fã de documentários, nem preciso falar mais nada… mas se não é o seu caso, eu digo: dispa-se do preconceito e se dê a chance de gostar do que vai ver… tem muita coisa interessante! Conhecer novas realidades, entender melhor a sua, ou, em tempos de big brother, saber da vida dos outros… E se mesmo assim, não gostar… ah! “de graça até injeção na testa” e nem vai doer ver!

Ah sim… o é tudo verdade rola em Sampa city e também no Rio de 25 de março a 5 de abril e em Brasília de 14 a 26 de abril de 2009!