Arquivo para festival de brasília

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – A tietagem

Posted in festivais, fotos with tags , , , , on 26/11/2009 by Flávia Scherner

No dia da coletiva do filme Lula, o filho do Brasil, fizemos uma entrevista bem rápida com a Glória Pires e com o Rui Ricardo Diaz e a gente não aguentou e tietou mesmo!!! Aí estão as *fotos!

*só coloquei hoje pq a máquina não era minha, então tive que esperar me mandarem… e tem mais fotos pra chegar, são mtas pessoas que colaboram tirando fotos pra eu colocar no blog hehe

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – 3o dia

Posted in festivais with tags , , on 21/11/2009 by Flávia Scherner

Nosso café da manhã começou com a companhia do Galvão (um dos fundadores do novos baianos). Ele sentou na nossa mesa e contou um monte de histórias que estavam no filme ,que passou na noite anterior, mas do ponto de vista dele, que era diferente do relato de alguns companheiros de banda.

Fomos para o debate dos curtas e do longa e à tarde entrevistamos os diretores dos 3 filmes.

À noite fizemos várias entrevistas no cine brasília, onde rola a mostra competitiva 35mm. Foi um dia produtivo.

Os filmes da noite foram os curtas Bailão (que agradou bem o público) e Água Viva. E o longa Perdão, mister Fiel, o filme foi aplaudido (aqui em brasília o público é bem sincero… então ser aplaudido não é mera questão de educação), mas nesse caso acho q foi mais pelo fato do filme ser daqui de Brasília e contar com mta gente da equipe no público, do que por ter agradado… ele trás bons relatos, alguns bem esclarecedores, mas peca em muuuuitos momentos, como apresentar dramatizações, ficou brega e chato. Mas foi tudo opção já feita no roteiro, como foi esclarecido no debate no dia seguinte. Ainda assim, na opinião de muitos, a opção não foi a melhor.

 

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – 2o dia

Posted in festivais with tags , , , , , , , on 21/11/2009 by Flávia Scherner

Pela manhã rolou um debate sobre o filme de Fabio Barreto com o diretor e elenco. Logo após o debate, conseguimos entrevistar novamente, e agora com mais tranquilidade, o elenco, mas tinha que ser rápido!

Glória Pires além de excelente atriz, é de uma gentileza e educação exemplar. Tiramos foto com ela, quando voltar pra sampa, coloco aqui!

À noite foi o primeiro dia da mostra competitiva. Foram exibidos dois curtas: Homem Bomba e Amigos Bizarros do Ricardinho (que eu gostei muito!! meu favorito até agora). Inclusive, um dos atores do Amigos bizarros é o Daniel Bacchieri, que foi um dos meus concorrentes no concurso do Zoom, forte concorrente. Ele tb fez uma videocrônica pra gente, que passou há uns tempos atrás, sobre a cabine celular.

Depois dos curtas teve a exibição do longa “Filhos de João, admirável mundo novo baiano”, empolgou o público! Mas é muito bacana mesmo. Um documentário sobre os Novos Baianos, pra cima, cheio de música, com Tom Zé dando relatos que arrancavam risadas do público.

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – A abertura

Posted in festivais with tags , , , , , , , on 21/11/2009 by Flávia Scherner

Oi Oi!

Hoje é meu último dia de Festival de Brasília, ele vai até o dia 24 de novembro, mas nós voltamos amanhã pra sampa. Vou contar nesse e nos próximos posts como foram esses dias por aqui!

A abertura foi um tumulto!! O teatro onde rolou a exibição do filme “Lula, o filho do Brasil” estava abarrotado de gente, uma confusão! Não consegui assistir ao filme pq não consegui lugar pra sentar. No zoom de hoje vocês poderão ver um pouco do que foi a noite.

Fabio Barreto começou reclamando que a organização do festival não reservou lugar pro elenco e equipe do filme, estavam todos em pé. Falou que o filme só começaria depois que todos tivessem um lugar pra sentar. 

Durante a exibição, lá fora, a imprensa questionava o diretor do festival sobre o ocorrido. Ele contou que tinham 3 fileiras de cadeiras reservadas, porém, o público não respeitou o aviso de reserva e se abancou onde não devia. Ouvi uma das jornalistas falar que a maioria dos que haviam desrespeitado os avisos de assentos reservados eram os políticos que foram acompanhar a sessão… e eu não duvido nada. É o exemplo que eles dão para o povo brasileiro…

Nesse mesmo dia, antes do início da abertura, entrevistamos (com muito sufoco) Glória Pires, Rui Ricardo Diaz – que faz o Lula e Juliana Baroni. Tudo numa disputa de espaço com os outros repórteres e jornalistas. Num momento, falando com o Rui, começaram a cutucar meu ombro pq tinha um câmera que parou atrás de mim e queria tb um espacinho, fui me agachando, me agachando até ficar numa situação ridícula… um horror. Não gosto de fazer entrevista assim, mas consegui sair inteira, ufa!